MASCOTES DO ECMAT E DA OCZM

Geraldino

Olá ! Eu sou Geraldino, aluno do curso de Licenciatura em Matemática do IFPB de Cajazeiras. Assim que entrei no curso fiquei sabendo do Encontro Cajazeirense de Matemática – ECMAT e das Olimpíadas Cajazeirense de Matemática a OCZM. Me inscrevi como monitor das Olimpíadas e no ECMAT. Esse ano até mandei um artigo com outros colegas.

Não nasci em Cajazeiras, vim para estudar, mas já sou um Cajazeirado. É assim que chamam os forasteiros que são filhos de adoção de Cajazeiras. O sertão é lindo, o meu IF é bem verdinho e fica lindo na época das borboletas. Só vendo a belezura! E esse que está comigo é o Tatumat, um tatu-peba, também conhecido como “peba”, típico do ecossistema da Caatinga, tem hábitos noturnos e costuma viver em tocas. Devido a mudanças em seu habitat e à caça, ele corre sérios riscos de entrar em processo de extinção.

Eu quero mesmo é agradecer aos votantes que me ajudaram com o nome, Geraldino, nome dado em homenagem ao professor Geraldo um dos idealizadores do ECMAT, um professor muito querido por todos nós.

Áurea

Gente estou adorando ser a garota mascote do Encontro Cajazeirense de Matemática – ECMAT, sou aluna do curso de Licenciatura em Matemática do IFPB de Cajazeiras e meu nome é Áurea (por causa das proporções matemática da Beleza Áurea). Obrigada por escolherem esse nome tão lindo para mim!

Esse ano sou uma dos ECMATORES (monitores do ECMAT) e tenho certeza de que o evento on-line será um sucesso! Adoro matemática e sempre participo dos eventos do IFPB, desde o tempo em que fiz ensino médio, inclusive até já fui premiada na OCZM. Quem disse que mulher não é boa em matemática?!

Tenho orgulho de ter nascido em Cajazeiras, cidade do alto sertão da Paraíba, que teve a primeira escola no estado, e por isso dizem que é “a cidade que ensinou a paraíba a ler”. Aqui tem coisas lindas como a gralha-cancã, que, devido ao seu canto, também ficou conhecida como “cancão”. Uma típica ave da caatinga, muito inteligente que avisa aos demais animais sempre que acontece algo diferente na mata, por isso é conhecida como “a voz da caatinga”. Devido ao desequilíbrio ecológico a população se expandiu para outras matas que não é seu habitat natural, e tem diminuído muito devido aos caçadores.

Então, participantes do ECMAT 2020, aproveitem baste o evento.